Quando a gente deixa o coração guiar.

7 de jan de 2010

Eu me sinto frágil. Frágil como uma florzinha que acaba de brotar e nem sabe o que a espera. Aiai, florzinha. Lembro tanto desse apelido que você me atribuiu. E eu nem sei por qual razão já que eu não carrego flor alguma. Mas mesmo assim, eu sorrio escancarado porque você sempre destaca qualidades minhas que eu não havia percebido. Desperta a melhor parte de mim que vive aqui dentro e que por um tempo eu pensei estar adormercida.

E as manhãs que eram tristes se pintavam arco íris quando eu via você toda atenciosa e com aquele olhar de maré mansa, capaz de proteger até aquele se sente mais desalentado. E quando eu ficava triste e corria pro seu lado na procura de apertar sua mãozinha pequena, você sempre tinha aquele abraço de proteção pra mim. Abraço e carinho que eu sei que não vou encontrar em mais ninguém. Porque ninguém no mundo transpira doçura por todos os poros, como você. Eu sei que não.

Lembro-me das vezes em que eu sofria e chorava, mesmo quando queria me camuflar nesses momentos, e você se doía inteira, também. E devia se perguntar como alguém pode chorar tanto, mesmo sabendo que a lágrima só escorre para ser flor em semente de sorriso. E teu olhar se transformava em meu abrigo e tuas palavras certeiras eram apenas o que eu queria ouvir nesse momento. Porque hora dessas, o mundo inteiro ao redor não importava. E eu sorria tendo dó das pessoas que não entendiam disso, torcendo para que um dia elas venham conhecer esse sentimento, porque era ele que aquecia o que carrego comigo, no lado esquerdo.

Você nem deve saber, mas quando eu já sentia o cheiro do ponto de partida e eu deixava a ansiedade tomar conta, fazendo planos e planos, eu podia sorrir inteiramente completa, por dentro e por fora, por me saber escoltada pela tua presença constante. E era sempre dia de sol, quando vinha você me emprestando lápis de cor para colorir alguns dos meus dias nublados e derramando sentimentos da forma mais natural possível.

E a vida seguia, assim. Você brincando de entregar afagos e eu sem coragem e iniciativa de devolvê-los em gestos. Mas era só deixar meu coração falar mais alto, que você entendia tudo o que eu tinha a dizer ainda que da minha boca saíssem palavras inteligíveis. Porque aqui dentro eu carrego sentimentos leves e puros de uma maneira que eu não sei saber e metade deles são endereçados em envelopes envoltos de carinho, à você. Aqui dentro, tudo que você me direciona, é redirecionado em dobro. Transbordando. Sem me sentir incompleta em nenhum minuto.

Eu sei que não foram só momentos de alegria, não. Houve vezes que o orgulho falou mais alto. Gritou. E eu te magoei, sim. E você me magoou, também. Mesmo sem querer. Mesmo sem saber. Mas não pensa que o amor diminuía nesses momentos, não. Ele só sabia aumentar. Aliás, é tudo que ele tem feito desde que reconhece tua presença perto dele. E não seria hipocrisia se eu dissesse que em tão pouco tempo de vivência, você foi a responsável por abrir as portas e me levar rumo ao caminho do tal amor incondicional. Já te disse. Isso nada é capaz de destruir.

Eu sei que aconteça o que acontecer, vai ser pra sempre. Mas quando se fala em distâncias e separações meus pensamentos se perdem e não sabem no que acreditar. Eu confesso, eu tenho receio. Tenho medo de que o vento sopre de um jeito que eu não imaginei que sopraria. Que ele sopre na direção errada e venha derrubar folhas que juntas, davam flores e frutos, mas que separadas são só duas folhas secas no meio da paisagem.

Mas já decidi. Decido que deixo o vento soprar na direção que achar que deve. As raízes que criamos para nos dar sustentação e que estão enficadas em nós são mais fortes que o vento quando sopra. Não vai ser fácil tirar a gente daqui. Eu só preciso de uma resposta, tua. E isso eu nunca pedi a ninguém. Promete tentar se segurar no topo, com todas as tuas forças, quando isto acontecer? Sabe o porquê disso agora? Porque nesses últimos tempos foi a tua força, perto de mim, que fez com que eu crescesse fértil. E sendo assim, mesmo nunca experimentando ao longo desses três anos, eu aprendi que eu consigo viver sem você. Eu consigo, sim. Eu só... Não gostaria.

Daquelas coisas que poucos conseguem entender.

48 comentários:

Lys disse...

Uau, que texto em menina, mais ele esta muito bom, quero dizer foi profundo, real, deu um tom de dor com amor e tudo junto ao mesmo tempo, ficou otimo querida, beijo!
*-*

Joyce Carolini. disse...

Tatá.
O que consigo escrever, é que você me emocionou.
Belo texto! Assim feito ti!

Te adoro muito!
Beijos girassol meu!

Natália disse...

Depois de tudo o que tu descreveu ninguém gostaria de aprender a viver sem essa pessoa. Beijos e sorte!

Rebeca Postigo disse...

Que texto...
Super verdadeiro e romântico...
Amei!!!

Bjs

lpzinho disse...

E eu nem sei o que escrever aqui.. nunca. Menos ainda qdo consigo sentir um imaginário perfume feminino desta Tatá altinha, presente e encantadora!
O mais engraçado é q eu hj pensei tanto em vc pela manhã e qdo cheguei aqui, vi que Vc havia comentado no meu blog. Qdo estava pensando em comentar aqui, vi q havia um post no blog da Joy que falava de uma certa Tatá.... MEU DEUS, tinha que aparecer aqui hj... aliás, quem dera aparecer td dia pq além de excelente com as letras, com as palavras e sentimentos vc é com ctz uma das pessoas mais lindas de alma(e por fora tb) q eu já vi, conheci ou soube que existia ehehe Tatá... teu apelido poderia ser descrito como quatro letrinhas que iniciam palavras de uma frase: Te Amo Tanto Altinha.. Tatá querida e única!! Adoro vc .. obrigado por tanta simpatia e luz!! Bjokinhas do seu pequetito de estimação!!!

Thais disse...

nossa, depois ainda vem me dizer que não tá bom. Tá simplesmente P-E-R-F-E-I-T-O *-* divino ;D te amo MINHA xarazinha (possessiva) ♥

Camila. disse...

Que lindo Thaís, fiquei até sem saber o que dizer.
Uma qualidade que eu adoro é essa de conseguir elaborar textos grandes e ainda assim ótimos. Confesso que quando meus textos crescem muito acabam perdendo o sentido, ao contrário do seu, que frase à frase foi se mostrando mais claro, com rumo certo, com decisão tomada.
acho que to sem o que dizer de novo, rs, adorei mesmo o texto!!!
Beijos meu bem,
voltarei ;D

;*

Tania Girl disse...

OIIIII
MUITO LINDO ESTE POST..
ADOREI :D
BJUS
TO SEGUINDO...

Desirée disse...

lindooooooooooooooo *__*
xorei!

Carolda disse...

É, daquelas coisas que poucos conseguem entender. Amor incondicional.
Texto lindo!
Um beijo

Auíri Au disse...

Blog bacana!!!
Feliz 2010 e mutias escritas!!!

Sam Coe disse...

Thais, adorei sua visita. Obrigada!!!!

Seu blog não tá por menos, adorei seu texto!!!!!!!!!!!

Beijo

Rafa Cullen disse...

Que LINDO! Meldels, vc escreve perfeitamente bem. Descreve perfeitamente um sentimento indescritivel =]

lpzinho disse...

Garota tão ÚNICA!!!!!



Amo tanto vc menininha mais alta!! Bjokinhas e carinho sem fim!! ^_^

LuanaGuimarães disse...

duas coisas :
lindo e agradeça a Deus por esse dom !!!!

essa parte ' a lágrima só escorre para ser flor em semente de sorriso'

adoreiiiii .

bjao !

Flavia C. disse...

São essas poucas pessoas em quem ainda vale a pena confiar que eu falei em um dos meus textos! Essas pessoas em quem você encontra alento, refúgio e paz. A gente sabe que sobrevive sem elas, mais quem disse que a gente quer ? Foi bem isso que você escreveu no final.
Eu achei uma doçura seu texto, me vi nele em vários momentos.
Você é talentosissíma :) Preze isso, e não nos deixe esperando. PARABÉNS.

Um beijo, linda.

Daniela Filipini disse...

"E devia se perguntar como alguém pode chorar tanto, mesmo sabendo que a lágrima só escorre para ser flor em semente de sorriso. E teu olhar se transformava em meu abrigo e tuas palavras certeiras eram apenas o que eu queria ouvir nesse momento."

Tão intenso que dá até pra imaginar! LINDOO!

lpzinho disse...

Nem precisa aceitar esse... hehe é só pra dizer que por coincidência vc está no layout deste sábado na retrospectiva do ano! x) Bjokinhaa

lpzinho disse...

Vc decididamente é uma figuraaaa! E altinha, claro... hehe AMO DEMAIS!

Andréia disse...

Achei de uma doçura única!Muito lindo!
bjs.

Bami disse...

Ficou lindo demais! Toda vez que eu penso que já li os textos mais perfitos aqui, vc vem com um mais lindo que os outros!
Que bom que essa pessoa marcou tanto sua vida, é sempre bom ter alguém assim do nosso lado! Lindo!
Bjooss

Liza Santana disse...

Oi Tatá...desculpa a demora em responder seu recado. Andava catando inspirações por aii..rs

Por que na maioria das vezes que venho aqui sinto uma pontinha de decepção em seus textos, uma esperança que nunca morre? Deve ser porque nós mulheres somos muito emotivas, amamos demasiadamente, nos estregamos demais, esperamos incessantemente por algo que muitas vezes não acontece. E o conforto do nosso coração se traduz em amor.

Gostei muito do trecho:
"E era sempre dia de sol, quando vinha você me emprestando lápis de cor para colorir alguns dos meus dias nublados e derramando sentimentos da forma mais natural possível."

Bjo Linda!

Beatrix disse...

é realmente muito ruim viver longe daqueles q gostamos.
Aquelas pessoas que nos dão espaço pra sermos quem somos,e aos poucos,subentendidamentos,nos descobrirmos .
Mas as vezes ,acho que é nessacria,para que possamos ver que somo fortes.Que nos tornamos ainda mais fortes.Com ou sem aquele ser que nos completa de alguma forma.

;**

Loh_rayne disse...

Que lindo, *-----------------*
o Final é tipo o que eu to sentindo em relação a uma amiga minha, porque eu vo morar longe e tals :}

é perfeito :*

Isabella disse...

você é NOSSA florzinha !
por mais que o coração aperte em pensar que ela estará "menos" presente nesse ano, lembre-se que o amor dela, é confirmado com milhões de !! no fim !
eu amo você, que nem consigo usar as minhas exclamaçoes !!!!!!

Giovanna disse...

fico fascinada de como você domina as palavras! deixar o coração no guiar as vezes é mais doloroso, dessa forma não adquirimos o domínio proprio e acabamos sofrendo, nos sentindo desprotegidas, frágeis!
bom, fugi um pouquinho aqui mas é isso qe eu acho :P

beijão ;*

Gabriela disse...

... Porque viver longe de quem se ama, nos torna fragéis, sem força, quase sem fé. Mas eis a vida, eis a nossa vida de desafios. O que seria da borboleta renascida se não por ela mesma, tentar voar? Voemos com a gotinha de esperança e brilho que há em nós. Carreguemos pelos ares e a revestiremos de forças, para que ela cresça e consiga ser por si mesma, a nossa fotossíntese.
Oun, obrigada pelo comentário tão doce. :3
Beeijos.

Mariposa disse...

sempre perfeito o texto
beijos flor

Beki Girl disse...

Doces lembranças mas amargas por estar longe né?! Ás vezes descobri o quanto as pessoas significam pra nós é imensamente bom, mas não cogitamos na hora a dor que isso nos trariria.
Adorei o texto.

beijos

Bill Falcão disse...

É assim: nem sempre a culpa é do vento!
Bjooooooo!!!!!!!

Pitch_girl_jessie disse...

Que lindo texto!cheguei a imaginar essa pessoa..sempre me surpreendo com a maneira com que você escreve textos longos sem entediar ninguem.Pelo contrario, voce sempre me anima com as suas palavras.Quero roubar seu dom =p

Um beijo pra ti.

Ps:botei layout novo passa la dps

Pitch_girl_jessie disse...

ah minha url nem apareceu =p http://hitorinotenshi.zip.net

cássia disse...

ual!eu comecei a chorar quando terminei de ler. Que lindo!

lpzinho disse...

Vc é linda!
E é capaz de perfumar o mundo com tuas letras lindas, pensamentos apaixonantes e apaixonados... cheios e intensos em vida, alegria e amor... vc é simplesmente TUDO, Tatázinha... adorei isso que eu li: "Quando a gente deixa o coração guiar, as palavras saem bonitas e tomam um encanto natural."
Esta é Você!!

Lillian disse...

Preciso dizer que me encanto cada vez que leio seus textos? São tão profundos e belos ao mesmo tempo... Exploram a fundo cada sentimento... Adoro, de verdade!

E que o coração te guie, te levando a belos caminhos ao lado da pessoa que você quer que esteja ao seu lado, de mãos dadas às suas, trilhando esse mesmo caminho.

Beijos!

Vitinhobinho disse...

Bom dia. Adorei o Blog e sua forma de se expressar. Da uma passada no meu blog e comenta la http://vitinhobinho.blogspot.com/

Ariana disse...

Lindo e intenso o seu texto!
Ameii!
A pessoa para qual tu escreveste esse texto deve ter ficado mto feliz em ler!

Parabéns!

bjos

lpzinho disse...

Saudade e carinho... sempre mto carinho por vc, amiga mais altinha perfeita!
Bjokinhas felizes pra vc garota única!

Luh* disse...

Que lindo e espero que vc supere isso tudo viu! uma forma é não lembrar mais disso que só te machuca!
beijos

@RitaBraga disse...

Lindo e profundo o q vc escreve! adorei as palavras q usa!

beijoos!

Drêycka disse...

poxa...q texto bonito, hem?

pena que o feed daki num ta funfando... daí nem consigo ver qdo este blog é atualizado... :(

Gabriela Castro disse...

Esse texto fez eu me lembrar da minha mãe que já se foi. Uma saudade sem cura.
beijos

Meu cantinho disse...

Um lindo texto, Thais!
Ficar distante de uma amiga é beeeem difícil, mas a gente consegue. Ao longo dos anos, vamos nos afastando das pessoas queridas porque cada um vai para um lado. Mas amizade que é amizade nunca perde a força.
Beijos,
Mari
www.rosas.nadiapag.com

Flavih Jones disse...

Mtoooo booom o post.
Fiquei até sem palavras.
Me veio tanto a cabeça.

Lindo.
Beijos

Camila disse...

me cortou o coração moça ;/
mas sabe, seguir sem alguem não é tão ruim quanto parece, só não se deixe ficar lembrando das coisas boas.


bejooooos

lisa disse...

Que lindo esse texto!
Obrigado pela visita. Atualizei meu blog, se puder passa lá.
Beijo

Tiffany disse...

Eu também sou assim e já passei por isso.
é uma loucura esse amor, viu...

Bela Lima disse...

Que texto lindooo!
Todos nós precisamos de alguém que nos faça ter raízes fortes e resistentes aos ventos que sopram sempre imprevisíveis...

To seguindoo..

;*







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!