Guardiã da pureza.

13 de fev de 2010

É preciso te sentir mais junto a mim, agora.

São 13 anos, irmã. São lembranças cinzas que se pintam arco-íris quando vejo tua presença enfeitando as fotografias dos vários álbuns que você completa, no armário do meu quarto.

Mamãe não gosta quando eu as tiro lá de cima, porque ela diz que o coração grita saudades. Derrama lembranças de um tempo doce, que já ficou pra trás. Acontece que me custa a tua fotografia guardada no lugar da tua presença constante. E é essa a forma que eu encontrei de sentir você mais intensa, aqui dentro, ainda que eu veja teu rosto em todas as paredes e espaços.

Mamãe me conta que se houvesse tempo, teríamos uma relação de irmandade pura. Relação de confiança, sorrisos e confidências. Mal sabe ela, que mesmo a distância sendo algo estúpido, tenho você como minha confidente maior. E que todas as vezes em que eu canto 'O anjo mais velho' com meu timbre mais doce, são notas dedicadas à você. Porque você é meu anjo, sempre será. E sabe me cobrir com tuas asas do jeito mais seguro que eu conheço.

Porque tudo que me remete à você, me faz reservar o sorriso mais bonito. E escorrer lágrimas amargas. E eu já me permito ter os olhos inundados, prontos pra chover, quando alguém pronuncia teu nome. E soa diferente, porque quando se referem à você, são palavras envoltas de amor e de uma saudade que eu conheço bem.

Sinto falta dos teus ciúmes exagerados quando alguém chegava perto do meu berço. Sinto falta do teu olhar me acariciando. E da minha voz rouca te chamando de Patia. Papai me disse, ainda ontem, que você se sentia pequena perto de mim. Pouco amada, pouco bonita. Mas não me pareceu pouco feliz, porque você devia saber, lá no fundo, que você é linda, inteira. Que o teu coração de ouro, soprava letras de amor que ainda hoje são lembradas, quando resolvemos seguir os teus passos.

Hoje pela tarde, enquanto lia teu diário, senti minha alma se vestir de ternura. Senti meu coração se desmontar com a tua última escrita. E vê-lo sendo costurado com o teu último desejo. Me permiti sorrir meu sorriso mais bonito, ao final, porque era tudo revestido por brilho.

Olhei na direção do céu, à noite. E vi uma estrela brilhar mais forte, ontem. Cintilar de você, acredito assim. Senti lágrimas escorrerem pela face. Mas não foram lágrimas tristes, amarguradas. Chorei amor, irmã. E esse coração, que ficou espremido, guardou todos os sentimentos mais lindos pra você.

45 comentários:

Joyce Carolini. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joyce Carolini. disse...

Oh, Tatá.
O que dizer diante de palavras tão belas?!
Você é linda demais, assim como tuas letrinhas.

Lhe entrego um abraço!
Te adoro!

Tania Girl disse...

achei o post muito triste...
é real??Sua irmã morreu??
lindo post..
bjos

lpzinho disse...

Tatázinha... li o texto e tb achei, como a Tania que vc escreveu um post mto triste. Não que esteja ruim, mto pelo contrário.. ele contém toda aquela sensibilidade q tanto me encanta em vc, em letras, palavras, pensamentos e amizade...
Enfim... tb não entendí bem parte do seu recadinho nos meus comentários do blog... sinto falta de papear contigo mocinha toda alta!!!

Saudade sempre... carinho e mais carinho Tatá!!! Amo mto vc amiga... e apenas me desculpe a ausência, ando trabalhando mto e só agora to de volta com o blog! Se cuida, se precisar deste pequetito... me chama! Bjos

Drêycka disse...

Fiquei sem palavras.
Muito triste e belo ao mesmo tempo.

Bjs.
Fica na paz.

Rebeca Postigo disse...

Que lindo!!!
Irmã é irmã!!!
Amei tua declaração de amor!!!

Bjs

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

Ah, nossa, fiquei meio assim ao lê-la. Que bonito seu sentimento, seu amor.. sua homenagem.

Ficou lindissimo, amei.

lpzinho disse...

Puxa... Tatá, perdoe este pequeno pequetito, me passou mesmo ser uma mensagem, um texto com alguma tristeza. Mas nem dá nada, acho que quando a gente escreve algo, na verdade consegue expressar uma coisa que está em nós, dentro.. precisando ser verbalizada. E nem sempre o resultado do texto é sinônimo do que vai pela alma... ou em outros casos, o que a gente escreve nos liberta de algum pensamento, uma vez que aquela emoção vira palavra, vira letra, vira texto...
Sei lá.. espero que Vc me desculpe por ter julgado um post triste então! E sobre a outra parte... nossa, nem quero pensar muito se isso vai signficar menores contatos com vc. De todo modo, gosto demais da sua amizade e espero merecer sempre contatinhos com vc, garota iluminada!
Beijos.. se cuida Tatá!

Jalila Eos disse...

Triste, porém lindo e profundo.
A saudade é o amor que fica.
Beijos e se cuida.
=**

Lisandra Moraes disse...

Fiquei sem palavras.
Achei triste, muito triste. Mas ao mesmo tempo muito lindo.

...

... disse...

Muito bonito o texto, muito mesmo.

Bela Lima disse...

Você sabe como emocionar as pessoas! rsrs

Simplesmente lindo e carregado de emoções! *-*

Beatrix disse...

''Toma, é tudo, tudo, tudo teu''

;**

Daniela Filipini disse...

Você acredita se eu disser que me arrepiei à cada palavra e chorei?
Faz tanto tempo que não leio algo com tanto sentimento.. Tanto amor!

Sam Coe disse...

Que bom... tb me sinto assim quando leio alguns blogs... parece que sou eu ali escrevendo... bjos!

Lari disse...

que texto lindo, palavras doces, tristes. gostei muito! vou acompanhar!

anaa ' disse...

Olá *-*
não sei se lembra de mim, do blog "confissões de uma adolescente em crise". Venho avisar que estou de volta, com um novo blog *-* "Where Rainbows End" - te espero lá :)
beeijos

Flavia C. disse...

Que coisa mais linda! Lágrimas marejaram meus olhos...
Também tenho um irmãozinho que morreu... Nao o conheci, mais sinto a falta dele.

Parabéns por conseguir colocar tanta emoção em palavras.

ameninadonarizvermelho disse...

Qualquer um ficaria transbordando de felicidade de receber uma homenagem dessas, sem excessão. Irmãos são irmãos, quem nunca teve um não sabe como é. Muito bonito mesmo. Beijos.

cássia disse...

Eu chorei mt lendo esse texto. Lembrei de tantas pessoas queridas que já ´partiram.
beijos

Liza Santana disse...

Olá flor, como você está?*-*

Há quanto tempo não venho aqui. Estava até com saudades do seu blog, do seu modo de escrever. Poucas pessoas conseguem me emocionar da forma como você faz, colocando sua alma de forma espontânea e completa sobre palavras, que soltas não fazem sentindo algum.
Particularmente nesse texto suas palavras pareceram-me tão reais, tão cheias de sentimento. Eram reais? Se não eram, há pouco criaram vida, despertaram de um sonho e mais uma vez retiraram lágrimas dos meus olhos.
Sou sua fã. :D

Bjos

Camila disse...

liindo hein *-*

Beki Girl disse...

é bom lembrar, mesmo que essas lembranças as vezes doa..

Carolda disse...

Amor fraterno é tão... isso tudo aí. Texto lindíssimo. Tem um ar triste, porém leve. Deve ser esse tal de amor... e tudo isso me fez pensar como minha vida seria sem graça sem minha irmã.
Um beijo

Gabriela disse...

Thaís, voltei com o blog, porque não aguentava mais - é, eu tinha "excluído, digamos assim."
Mas voltei com o coração na mão e um tempo depois, me deparo com um texto teu assim. Que logo nas primeiras linhas me arrepiou e agora, as lágrimas já querem saltar dos meus olhos. É doce, puro, sincero... é, amor de irmã. Pois só quem o tem sabe o quão grande ele é. Continue assim, sempre e sempre. Espero que as estrelas sempre te iluminem com doces palavras. Um bjo!

Faith disse...

Um texto profundo; mais meigo e belo não há como ser.
Belas palavras.
Um sentimento puro e sincero é transmitido nessas palavras.
Me emocionou.

Tudo de bom pra ti, uma ótima semana. Bjs :*

Fraan Farias disse...

Que lindo. Como muita gente já disse: triste, porém lindo.
Lindo, lindo,lindo.
Adorei ;*

Mariposa disse...

adorei seu textoo!
ain adoro o modelo do seu blog flor
*,*
beijos linda

£ädÿ disse...

lindo o texto! nem preciso dizer que você me deixa com vontade de chorar sem precisar fazer nada além de dizer o que pensa, né?
um beijo enorme, flor

ps: mudei de blog ;)

Gabriela Castro disse...

Que linda homenagem. Palavras recheadas de sentimentos.

Aproveito para te convidar para conferir a reforma que fiz no meu blog. O 'Não solta a minha mão nunca, tá?!' agora é 'Segredos de Travesseiro'. O conteúdo continua o mesmo, mas o layout está mais com a minha cara. Espero que vc possa visitar a minha nova casa :)

beijos

Lillian disse...

Que texto mais lindo!
Você escreve com tanto sentimento, de uma forma tão profunda! :D

E quem amamos jamais nos abandona, isso é fato.

Beijos.

Marie disse...

Quanta pureza em um olhar tão doce e amor sincero como o este que descrevestes por tua irmã. Lindas palavras me emocionei.

Bill Falcão disse...

De arrepiar, Thaís!
"Chorei amor, irmã."
Bjooo!!

Joyce Carolini. disse...

Bela Tatá, tem selo pra ti.

Beijos!

Luh* disse...

Acho lindo essas declarações de amor, carinho e afins.
beijos

Ariana disse...

Texto mto lindo, so que mto triste!

Emocionei viu!


bjos

lpzinho disse...

Que saudade de vc minha alta amiguinha Tatá! Obrigado por... msm agora distante, continuar tão perto.. dentro do coração e presente nos pensamentos! Fofissima! Bjinhos bem delicados!

Meu cantinho disse...

Tatá, sempre li sues posts para sua irmã, sempre achei um amor tão lindo, mas nunca tinha entendido que ela não estava mais aqui entre nós. =(
Fico maravilhada com a sua capacidade de transformar a tristeza em algo belo.
Beijos,
Mari
http://rosas.nadiamotta.com

P.S.: o endereço do meu blog mudou. ;)

Joyce Carolini. disse...

Bela Tatá.

Feliz dia internacional da mulher!

Beijos girassol meu!
Te adoro!

Auíri Au disse...

Fiquei curioso agora, o que aconteceu com sua irmã? Parace triste, porém não tira a beleza!

Rafa Cullen disse...

Own, sem palavras. Lindo, mil vezes lindo. Tão triste... Apertou o coração ler isso, nem imagino como foi escrever :/

disse...

É verdadeiro? Muito muito muito lindo! Beijo

thiagauns disse...

Ain, fiquei curioso também. Você escreve tão bem,estou te seguindo já;
Bjs,

Natália disse...

Fotografias me fazem chorar! Beijo







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!