Grande parte de mim

8 de ago de 2010

Odeio não buscar as palavras mais bonitas para te entregar, em forma de presente, em dias que são teus. Odeio me inquietar ao ficar imaginando as coisas que deveriam ser, mas não existem. Odeio que a tua máscara de super-herói tenha caído há muito tempo e que a maioria das missões que você se propõe a realizar, acabem sendo falhas. Não por incompetência tua, mas por não se dedicar como deveria, às tuas lutas. Odeio ver meu lado menos doce desabrochando durante uma conversa difícil com você.

Odeio cada momento da sua presença ausente. Odeio não sentir uma pontada imensa de orgulho, quando escuto teu nome, como há um tempo atrás. Olho as fotografias, miro em cada sorriso e atar de mãos e me entristeço ao constatar a fraqueza dos laços. Você, quando vai, prolonga e intensifica tua distância de tal forma, que já aprendi a não sentir tua falta. Não sei se percebes o quanto dói.

Você nunca saberá das vezes em que eu implorava a meu sono para ir embora, que eu ainda tinha um beijo terno para ganhar. Mas ele sempre saía vencedor e vinha me fazer morada, talvez numa tentativa frustrada de não me ver sofrer pelo fato de você não aparecer. E como numa forma de se desculpar pela tua falta, ele me entregava sonhos lindos.

Odeio conseguir preencher o vazio que deveria nascer quando meu coração não reconhecia o teu, perto dele. Mas, sobretudo, se odeio tudo isso, é porque ainda sou imensamente apaixonada por você.

Volta inteiro pra nossa história, super-homem. Vem proteger tua amada e tua princesinha dos combates tantos que vem por aí. Vem recuperar o tempo perdido, acalentar teus sonhos. Vem aquietar meus medos, me entregar estrelas e a certeza de um amanhecer, no dia seguinte. Traz na tua pasta um bocado de certezas, que eu já cansada de pontos de interrogações. Vem demonstrar em gestos a tua paz, a tua força e a melhor parte de você. E entenda que eu também já aceitei a pior.

A porta tá aberta. Dá um beijo na mãe, que adormeceu na poltrona, esperando tua volta. Aqui em cima, no escuro do meu quarto, fingirei dormir. Ao ouvir teus passos, despertarei de um sono que na verdade nem veio, só para ter de volta os contos doces que se perderam, pousarei minha cabeça em teu ombro enquanto escuto tua voz e poderei dizer, finalmente: Que tua noite seja linda, PAI.

31 comentários:

Tania T. disse...

NOssa que lindoo!!

Quase chorei.. ficou muito lindooo!!

bjoO

Joyce Carolini disse...

Oh, Tatá.

Quase chovi aqui com tua linda homenagem.
Você é tão doce.
Te adoro!

Bela semana!

Beijo doce, minha amiga!

Bruninha disse...

BLOG PERFEITO!!!



Navegando por esse mundinho virtuaaaaal encontrei teu blog e ADOREI!!

tô te add,

bjs

Tha ! disse...

lindoo texto, muito perfeiito !

beijoos,*

Lys Fernanda disse...

Maravilhoso. Pelo texto ao teu pai, ficou lindo. (:

Ágatha Alves disse...

Nossa flor vc conseguiu trasnbordar um sentimento muito forte, o texto ficou carregado de emoção.
Muito bom mesmo
Beijão

M. disse...

Lindo texto, Thaís!

Bianca Bigogno disse...

Que lindo e que desfecho perfeito.
Parabéns mesmo querida, muito bom!
adorei *-*

com certeza voltarei mais vezes, tô seguindo :*

- Lita . disse...

Nossa, lindo demais!
Um texto cheio de sentimentos, adorei.

vou voltar aqui, te seguindo ok? =)

Daniela Filipini disse...

Isso foi emocionante, e lindo, completamente maravilhoso! Parabéns!

Ariana disse...

O texto ficou simplesmente perfeito, chorei ao ler ele!
Emocionei demais, PAI é tudo ne!
Parabéns pelo texto!


bjos

anaa ' disse...

aaah que coisa mais linda *-*

Gabriela Furtado disse...

dói descobri que pai tbm é humano, né? e imgaino que mais ainda perdê-los... =/
ah, flor, obrigda pela visita, e olha eu AMEI o teu cantinho!
sigo-te, beijos:**

Bianca Morais / Faith disse...

Lindíssima homenagem. Super meigo, parabéns!

Uma ótima semana pra ti, flor!

Bjs

disse...

Vixe, que lindo.
Falar de família é complicado.. é dificil. E voce fez isso lindamente!
*0*
haa

Evelyn Ceinwyn . disse...

O saorriso de um pai ao ler essas palavras, seriam a recompensa por qualquer palavra que esqueceu de ser dita.
Texto muito emocionante.

Um beijinho!

Pitch_girl_jessie disse...

Que coisa mais linda!E com um desfecho impressionante!Juro que me imaginei ali, com outra pessoa. É por isso que adoro seus textos, eles são sempre tão versáteis que se encaixam em todo mundo.Seu pai ia adorar ler isso.

Bjus mil

Ps:como sempre nao consigo deixar minha url. http://hitorinotenshi.zip.net

Caroline ★ disse...

Linda, saudades! Obrigada por ter comentado lá ♥
Beijos moreninha da Cá

Gabriela Andrade disse...

Sumimos sim, Thaís, haha. E depois de quase um mês venho te responder... Muito bom foi ter encontrado aqui, palavras tão doces e emocionantes como essas, especialmente quando se trata de um dos mais preciosos bens - a família. (:
Um beijo e saudades, gabi!

Gabriela Andrade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
devaneadora disse...

Arrepiei no final, simplesmente lindo o texto! Se era emoção que queria passar, conseguiu!

cronicasdemicroondas disse...

Oi Thaís!
Andei fuchicando seus comentários e constatei que não serei a primeira a elogiá-la!
Mas mesmo assim direi que está de parabéns!
Li seu post e me peguei pensando em como meu pai é importante para mim, meu exemplo, meu maior ídolo, meu herói...


Aliás, porei o endereço de seu blog nos links dos meus, para sempre tê-lo à vista, e para que outros possam ler aquilo que escreve!
Beijos

Viiviih M. disse...

amei o sue blog,lindo texto...
seguindo..
visita,e segue se gostar?
http://viiviihmdiario.blogspot.com/
Beijoos ;*

Daniela Filipini disse...

Ei, cadê você? :*

Mariposa disse...

nossa que lindo
adorei o blog
:)
beijos

Ná Lima disse...

Uma linda expressão de sentimentos, emocionante.

Emanuele Alves disse...

Caramba, é um dos textos mais sinceros, emocionantes e verdadeiros que já li. É a primeira vez que venho a seu blog, mas já gostei, muito! Admiro você por saber expressar tão bem seus sentimentos e ouso dizer que entendo, e apoio, o que compreendi de tudo isso. Por mais que seja ausente, tem pessoas que estão sempre presentes em nossos corações. Que tua noite seja linda! [2]
Tô seguindo, beijos!

Desirée disse...

meu deu uma vontade tããão grande de abraçar meu pai bem apertado agora :D

Gabriele Miquelitto disse...

Chorei! Só isso!

Mariposa disse...

nossa forte e marcante
lindo mesmo

LaiStefâni disse...

Primeiro, venho lhe agradecer. Não apenas pelo comentário inesperado, mas, em primeiro lugar, por você ter feito com que eu descobrisse esse seu cantinho aqui.
Sabe...Parabéns! Confesso que há um tempo tinha me desanimado de visitar os blogs, por ter me deparado com tantos "falsos poetas" e com tanto texto sem emoção, sem coração e sem alma. Portanto, obrigada por me mostrar os seus, que tem mais alma do que palavras.
Pode ter a certeza de que a visitarei sempre. Não para que você visite o meu e nem para que você simplesmente retribua comentários... Apenas pelo prazer da leitura.
Um beijo doce e um abraço apertado :)







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!