Trevo de quatro folhas

10 de out de 2010

Você já parou para pensar que a cada dia 16 de dezembro, teu jardim ganha mais uma flor? Lírio, rosas, bromélias, gi-ras-sol trazendo em tuas pétalas as experiências vividas, novos aprendizados, amores, sorrisos e poesia.


Você vai reparar, hora dessas, que ervas daninhas começarão a crescer. E você sabe que estas só nascem espontaneamente em locais e momentos indesejados, trazendo interferências negativas para tua vida. É preciso apará-las, pois o crescimento delas prejudica a colheita e a qualidade dos frutos.


Muitas vezes, virão ventos turbulentos. O tronco das árvores irão esmorecer. Algumas rosas, talvez as mais estimadas, murcharão. E o sopro que leva embora a promessa de sorriso farão com que as flores, futuras promessas de frutos, trepidem e caiam, sujando o chão do teu jardim antes tão límpido. Você terá medo e desânimo para limpá-lo porque tem a consciência de que não importa o tempo que passe, o outono que carrega algumas folhas sempre vem, completando um ciclo que nunca se finda. Mas jamais se esqueça que também existe a primavera que sempre chega.

Você, é daquele tipo de árvore que ainda não cresceu totalmente, mas que já aprendeu a captar a luz que vem do alto. Aquele tipo de árvore capaz de oferecer a tua beleza, a tua sombra e teus frutos a quem quer que se aproxime e, ainda assim, não cobrar nada em troca, porque sabe que os frutos e a sombra se equiparam ao amor, provando que quanto mais se dá, mais se tem.

Desejo que a sua fortaleza moral seja ainda maior, que a tua generosidade seja uma luz intensa que ofusque nossos olhos e que o seu crescimento seja sempre somado aos valores que você traz consigo.



Eu nunca faltarei, meu bem. Digo isso porque compreendo os fundamentos que rodeiam uma amizade, e isso eu só pude aprender de forma clara, porque você, com a tua doçura, me ensinou.






Com você, por você.






Aqui comigo, uma caneta, uma folha e um sopro de felicidade que eu mando te envolver.
Feliz aniversário, meu anjo em matéria.

17 comentários:

Evelyn Colaço . disse...

Que esta árvore cresça, cresça e cresça, e que nunca se canse disso... de crescer. Até que se torne uma árvore adulta, mas, sempre carregando na sombra de seus galhos a beleza, a doçura dos frutos, e sobretudo o amor... que desejo que acompanhe-te em todas as estações que vierem sobre esse jardim.

Thais querida, obrigada pelo teu carinho em meu cantinho, pela ternura que dexaste como pólen por lá... Aqui senti uma delicadeza imensa no texto, daqueles que nos deixam a sensação de paz da natureza!

Beijos.

Fernand's disse...

que essa pessoa sinta essa rajada boa de felicidade.



bjs meus

Lys Fernanda disse...

Que linda a carta. Perfeita. Um gesto muito nobre que foi realizado com palavras dóceis e gentis!*-*

so sad disse...

uma linda declaração de amor!
bjo

Babi Leão disse...

Thaís, nao conhecia seu blog ainda! Me perdoe !
Assim que vi seu comentário corri para cá e nossa... que liiindos textos!
Mais especificamente, esse me encantou! Sou apaixonada por detalhes e admiro quem consegue percebe-los também!
Mais que escrever, diria que voce tem o dom de descrever!
Lindos!
Beijos! Volte Sempre :)
Estou seguindo!

Gabriela Furtado disse...

Ah flor, que saibamos sempre distinguir essas ervas daninhas, para que não morram as mais estimadas rosas...
um beijo enorme

p.s confesso que esse teu texto lembrou-me a rosa do Pequeno Príncipe.

dear sarah disse...

Que lindo isso tudo aqui!

Má Midlej disse...

aaaaaaaaaaaah, amo textos de aniversário. me deixam mimimi pq é difícil eu ganhar um. rsrsrs

cronicasdemicroondas disse...

Este é um belo presente de aniversário, um dos melhores que se pode receber... Parabéns pela sensibilidade, é visível o quanto gosta deste alguém, deste anjo que apareceu em sua vida!

Obrigada pela visita em meu blog, e pelas palavras de apoio! Não demorará muito e logo terei crônicas novas!
Grande beijo!

Rebeca Postigo disse...

Meus olhos flutuaram pelas linhas versadas...
Amei!!!

Bjs

Carolda disse...

que essa pessoa sinta essa rajada boa de felicidade. [2]

Meus olhos flutuaram pelas linhas versadas... [2]

falaram por mim. Saudades de ler suas palavras.
Um beijo

devaneadora disse...

Nossa adorei o texto. E é verdade por hora a arvore pode balançar, a flor murchar mas passa..sempre passa e volta a florescer de uma forma única..
Adorei mesmo
boas festas

Daniela Filipini disse...

Incrível, simplesmente.

Adorei!

Kênnia Méleus disse...

Tudo é lindo por aqui, Thaís!
A-M-E-I.
Abraço. (:

Tania T. disse...

Que post lindoo!!

Aposto que o homenageado deve ter ficado emocionado!! Muito lindo, mesmo!!

Adorei'

Thais, desejo pra ti um feliz natal e boas festas!! felicidade de montão, de sobra.. hehe'

BjoO

Ariana disse...

Se essa carta fosse pra mim eu teria ficado muito emocionada, ficou linda, super sincera!
Amei!


Beijos

Tha ! disse...

Meu Deus que lindo, concerteza a pessoa para que foi escrito isso pode se considerar uma pessoa muito feliz e espero que ela saiba disso !

Te agradeço todo o carinho depositado no blog.muuito obrigada, escrevo quando posso mas juro que sempre é de coração !
Beijoos :)







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!