9 de dez de 2011

Um banho para espantar você da minha pele. Deixo a água quente escorrer. Lembranças que ardem. Lá fora, ninguém se dá conta do que se passa. Fecho os olhos e ainda lembro.
Tinha um feixe de luz, em meio aquela escuridão, lembra? Cogitar nesse momento, algo que se assemelhe ao amor. Eu ainda quero lembrar, eu sempre precisei de algo para me explodir. Você entende?
A certeza de que pela beleza, vai ser transcrito em letras. A lua, lá fora, testemunha. Suavidade. Respingos de doçura no corpo inteiro. Maciez de mãos. Buscar certezas e resolver dilemas. Sentir uma ternura envolta em beijos. O mundo reduzido a sons de vagalumes não significa mais nada.
Ainda existem caminhos. O mantra que se repete na minha cabeça, quando surpeendida com a direção que as coisas tomam. Ilusão. Alucinação. Espamos. Tinha um feixe de luz, em meio aquela escuridão. Eu lembro.

18 comentários:

Simone Lima disse...

Ah, se um banho conseguisse espantar das lembranças tbm...
Quem dera fosse fácil...
Gostei muito do post**

beijoo'os

http://flores-na-cabeca.blogspot.com

Tânia T. disse...

Uau! Que lindoo... perfeito!


Quem dera se a água fosse suficiente pra apagar todas as marcas que o amor nos deixa, né? Mas a gente tenta, como se fosse possível...

Adorei o seu texto.. extremamente lindo!

bjoo

Natália Kist da Silva disse...

Tu escreve maravilhosamente bem Thais! Estou seguindo o blog sem pensar duas vezes.
http://medpiger.blogspot.com/

Juliane Shmidt disse...

Esse é algum banho especial? Tô precisando muito de um desse... HAHA ;)
Texto muito bom, blog lindo *-*

Biane disse...

"Um banho para espantar você da minha pele. Deixo a água quente escorrer. Lembranças que ardem." e se ardem...é sinal de que foram boas.! lindo demais flor

Alê disse...

'deixe essa água, lembrar nosso banho...'


Bjkassssssssssssss


*pedindo licença pra ficar =)

Larissa Matos disse...

Pequenos momentos...
Estou seguindo o seu blog :D
http://leituradaestante.blogspot.com/

Daniela Filipini disse...

Lembrei-me de uma parte de um livro que li e reli várias vezes, que falava sobre tentar não lembrar para não sofrer, com um medo imenso de esquecer...
Esquecer alguém que muito amamos dói tanto quanto lembrar esse mesmo alguém.

Moran, andarilho disse...

Thaís, sempre existirão caminhos enquanto nossa pequenez não impedir o amor de florescer. Entre mantras, ilusões, alucinações e espamos, vejo o novo que brota de ti. bjs, Moran

Carol Parra disse...

amei seu texto. lindo, lindo. adorei o jeito que você escreve.

*-*

Ananda disse...

muito bom

Gabriela Furtado disse...

Adorei o jogo de palavras, parabéns!
Certas lembranças nos acompanham mais do que deveriam.
Beijos, beijos

Fillipa disse...

Nossa, belo post :}
Estou te seguindo, se puder passa do meu blog para conhecer e se quiser seguir.
Bom final de domingo, um beijo.

choose Lana Franklin disse...

aaaaaaaaaaamei o seu BLOG, tá lindo!
tô seguindo ... poderia me seguir de volta?
http://chooselanafranklin.blogspot.com/
http://chooselanafranklin.blogspot.com/
http://chooselanafranklin.blogspot.com/
Ainda divulgo o seu site aqui no meu blog amor, uma ajudando a outra(o) :)
é só me enviar um recado... bjs

Thalita Santos disse...

Achei cada frase simplesmente marcante e linda.

Beijo Thaís!

Larissa V. disse...

Uma das coisas mais interessantes e mais torturantes que nossa mente tem capacidade é a lembrança. Seja boa, seja ruim, ela repete como um disco arranhado, pegando-nos de surpresa a qualquer hora e lugar.
Belo texto! :) e desculpe pela imensa demora em retribuir a visita, estive com alguns probleminhas mas já estou de volta!
Um ótimo final de semana :*

Rebeca Postigo disse...

Sempre há um feixe de luz...
Lindo texto!!!

Bjs!!!

Garotas em Cena disse...

''Lá fora, ninguém se dá conta do que se passa. Fecho os olhos e ainda lembro.'' Perfeito, adorei aqui ;)







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!